Bitcoin e BDRs são as únicas aplicações a superar inflação em 2021, diz ranking – últimas notícias – Empregonews
Site Overlay

Bitcoin e BDRs são as únicas aplicações a superar inflação em 2021, diz ranking

Os investimentos e bitcoin e em BDRs foram os únicos a superar a inflação em 2021, deixando para trás o Ibovespa, CDI, fundos imobiliários, dólar, ouro e títulos públicos ligados ao IPCA. É o que aponta levantamento divulgado nesta quinta-feira (30) pela provedora de dados financeiros Economatica.

Veja o ranking abaixo:

InvestimentoRetorno em 2021 (em %)Bitcoin75,83BDRx (índice de BDRs)33,65Dólar7,39Ouro4,43CDI4,35Poupança3,05Ihfa (Índice de fundos de Hedge da ANBIMA)1,85Euro-0,85Ima-B (Índice que mede o desempenho dos Títulos Públicos atrelados à inflação)-1,31Ind Fdo Imob-2,28Ibovespa-11,93

Segundo o levantamento, em 2021 o bitcoin teve valorização de 75,83% bem acima da inflação neste ano. Já o BDRx, índice que acompanha o desempenho dos BDRs, subiu 33,65%.

Até novembro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulava alta de 9,26%. A expectativa do mercado é de que o indicador encerre o ano em 10,02%, segundo a expectativa mais recente divulgada no Boletim Focus.

Todas as outras aplicações listadas pela Economatica tiveram retorno abaixo da inflação no ano – ou seja, resultaram em perda do poder aquisitivo.

Entre elas, a que teve o maior retorno nominal, ainda que abaixo da inflação, foi o dólar, que subiu 7,39% no ano considerando a taxa Ptax – uma média calculada pelo Banco Central.

Na sequência ficou o ouro, com 4,43% de rentabilidade, seguido pelo Certificado de Depósito Interbancário ou Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI), que serve de parâmetro para a rentabilidade de investimentos como o Certificado de Depósito Bancário (CDB). O retorno foi de 4,35%.

Nas últimas posições ficaram o Ifix, índice que acompanha a rentabilidade de fundos imobiliários (FIIs), e o Ibovespa, principal indicador de ações da bolsa de valores brasileira, a B3. O retorno nominal dos dois em 2021 foi negativo em 2,28% e 11,93, respectivamente.

Veja também