Demanda irreal? Vendas irregulares bilionárias disparam no mercado de NFTs – últimas notícias – Empregonews
Site Overlay

Demanda irreal? Vendas irregulares bilionárias disparam no mercado de NFTs

O personagens digitais “Meebit” estavam entre dezenas de NFTs no mercado LooksRare que foram vendidos entre um pequeno número de carteiras em rápida sucessão por preços excepcionalmente altos no mês passado, de acordo com uma revisão da Reuters de registros de blockchain disponíveis publicamente.

A atividade ajudou a LooksRare a gerar pelo menos US$ 10,8 bilhões em volume de negócios desde que foi lançada, no início de janeiro, de acordo com dados fornecidos pelo rastreador de mercado DappRadar.

As 27 vendas mais caras registradas no setor de NFTs em janeiro, totalizando US$ 1,3 bilhão, vieram de apenas duas carteiras com transações pela LooksRare, de acordo com dados do DappRadar de 31 de janeiro, enquanto as 100 principais vendas, no valor de US$ 2,3 bilhões, vieram de 16 carteiras negociando na plataforma.

“Há muita atividade acontecendo entre duas carteiras –digamos que a carteira um vende para a carteira dois e depois a carteira dois revende”, disse Modesta Masoit, diretora financeira e de pesquisa da DappRadar. “É bem provável que isso não seja uma demanda real, que essas operações não sejam orgânicas.”

A LooksRare se descreve como “o primeiro mercado NFT da comunidade com recompensas por participar”, referindo-se ao seu sistema de recompensas, que inclui a concessão de tokens aos operadores do dia com base na proporção dos volumes gerais de vendas pelos quais eles foram responsáveis.

Esses tokens, chamados LOOKS, podem ser usados ​​em um processo chamado “staking” para reivindicar uma fatia da receita da plataforma, obtida por taxa de 2% cobrada em todas as negociações, de acordo com um porta-voz da LooksRare.

Questionado sobre as transações analisadas pela Reuters e se essas operações aumentaram artificialmente os volumes de negociação, o porta-voz disse que tais práticas eram altamente arriscadas, pois os operadores teriam que pagar custos de transação que não tinham garantia de recuperação.

John Egan, presidente-executivo da L’Atelier, uma subsidiária independente do BNP Paribas que pesquisa novas tecnologias, caracterizou as transações na LooksRare analisadas ​​pela Reuters como “operações de lavagem (wash trades, em inglês)” que seriam banidas em mercados tradicionais, como de ações ou dívida, porque dão uma falsa impressão de demanda por um ativo.

No entanto, essas transações não são ilegais nesse setor nascente, porque não existem regras equivalentes que regem NFTs, disseram dois especialistas em cripto à Reuters.

A atividade de janeiro fez a LooksRare ultrapassar a líder de mercado OpenSea, de quatro anos, para se tornar o maior mercado de NFTs em volume mensal, apesar de ter menos de 3.500 operadores por dia, em comparação com os 57 mil a 90 mil da OpenSea, de acordo com dados da DappRadar.

Veja também