Rentabilidade do aluguel comercial segue abaixo da inflação, mas acima do CDI – últimas notícias – Empregonews
Site Overlay

Rentabilidade do aluguel comercial segue abaixo da inflação, mas acima do CDI

rentabilidade do aluguel comercial até novembro ficou em 5,53% ao ano, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (22) pela pesquisa FipeZap. O retorno é menor que a inflação no mesmo período, mas maior que o CDI (Certificado de Depósito Interbancário ou Certificado de Depósito Interfinanceiro) em 12 meses.

A rentabilidade do aluguel é calculada por meio da razão entre o valor de locação mensal e o valor de venda mensal. O percentual de 5,53% ao ano em setembro representa um retorno maior que a rentabilidade do aluguel residencial, de 4,64% ao ano no mesmo período, ainda de acordo com o levantamento FipeZap.

Também em novembro, o CDI teve retorno positivo de 3,63% em 12 meses, segundo a provedora de informações financeiras Economatica. O CDI é uma taxa de referência para a rentabilidade de investimentos em renda fixa como o CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Enquanto isso, a inflação no mesmo período segue acima dos dois dígitos. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 10,74% em novembro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Preço do aluguel comercial sobe

Para o consumidor, o preço para novos contratos de aluguel comercial subiu 2,1% em 12 meses até novembro, segundo a pesquisa FipeZap. Além de ficar bem abaixo dos 10,74% do IPCA no mesmo período, a variação também foi menor que os 17,89% do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), que geralmente é utilizado para reajustar contratos de aluguel já vigentes.

No acumulado do ano, o preço para novos contratos subiu 2,23% – também menos que os 9,26% do IPCA e 16,77% do IGP-M.

Quanto custa o aluguel comercial

A pesquisa FipeZap monitora os preços de imóveis anunciados para aluguel em 10 cidades brasileiras. Em setembro, o valor médio ficou em R$ 37,88/m² – sendo o maior preço em São Paulo (R$ 45,55/m²), seguido por Rio de Janeiro (R$ 37,45/m²) e Brasília (R$ 35,10/m²).

Já entre as capitais monitoradas com menor valor de locação no último mês, os destaques foram Curitiba (R$ 27,51/m²), e Niterói (R$ 30,68/m²).

Veja também